Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Brasil e Mundo 26/7/2017 14:36:41 » Por Atualizado em 26/7/2017 14:42h

Diretores da FETHESP discutem consequências da reforma trabalhista no buffet infantil do Sindeturh de Presidente Prudente/SP

Reunião de Diretoria foi sediada pelo SETH de Presidente Prudente e Região.




Reunião de Diretoria da FETHESP promoveu a discussão sobre as mudanças trazidas pela nova lei da reforma trabalhista

Diretores da Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de São Paulo – FETHESP e dirigentes dos sindicatos filiados se reuniram na cidade de Presidente Prudente/SP, nos dias 19 e 20 de julho, para discutir, entre outros assuntos, os desdobramentos da reforma trabalhista (Lei nº 13.467/2017).

No encontro, sediado no buffet infantil do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Presidente Prudente e Região – Sindeturh, também foi realizada reunião de Conselho para prestação de contas da FETHESP referente a 2016.

O presidente da federação, Rogério Gomes, iniciou os trabalhos agradecendo à presença de todos e também à Diretoria do Sindeturh, representada pelo presidente João Mendonça da Silva Filho e pelo vice-presidente Jean Carlos da Silva, pela recepção e estadia.


Da esquerda para direita: Elisson Zapparoli, Rogério Gomes e Jean Carlos da Silva

Em seguida, em Assembleia Geral Ordinária presidida pelo diretor do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Sorocaba e Região - Sinetur, Jairo Cintra Faccioli, o contador da federação, Vinícius Bruno Arrivabene, fez a leitura do balanço financeiro da federação, que foi aprovado por unanimidade pelo corpo de diretores que integram o Conselho.

De acordo com Arrivabene, este foi o melhor resultado da história da federação, o que comprova a seriedade com que trabalham a Presidência, a Tesouraria e toda a Diretoria da FETHESP. “Em 40 anos que trabalhamos com a FETHESP, este foi o melhor resultado que obtivemos em termos financeiros”, disse o contador.


Vinícius Arrivabene: “Melhor resultado financeiro obtido pela FETHESP em 40 anos”

De acordo com o presidente Rogério Gomes, o resultado alcançado é fruto de muito cuidado com as contas da federação. “Foi um ano de muito trabalho, dedicação e responsabilidade com o dinheiro da federação, tanto dos recursos que vêm das categorias quanto do que é repassado pelos sindicatos filiados”, afirmou. “Isso me orgulha, porque aponta que nós estamos no caminho certo”, acrescentou.

Já entre os principais assuntos pautados para a reunião de Diretoria, foram discutidos os resultados das negociações coletivas dos Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas e dos Empregados em Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis (CVL), ambas concluídas com índice de reajuste salarial maior do que o acumulado da inflação, o que garantiu aumento real aos trabalhadores.


Dirigentes sindicais fizeram balanço das negociações coletivas já concluídas em 2017

Reforma Trabalhista

A sanção da Lei nº 13.467/2017, que trata da reforma trabalhista, pelo presidente Michel Temer, foi amplamente discutida pelos sindicalistas, que assistiram à apresentação da advogada e assessora da Presidência da FETHESP, Dra. Marilene Rodrigues, sobre o assunto.

A nova legislação foi sancionada no dia 13 de julho e entrará em vigor após 120 dias de sua publicação oficial, o que ocorrerá no mês de novembro.

Na oportunidade, os dirigentes sindicais puderam esclarecer dúvidas e entender mais sobre a reforma do governo, que retira direitos trabalhistas, enfraquece as entidades sindicais e traz retrocessos sociais, insegurança jurídica e arrocho salarial.


Dra. Marilene Rodrigues falou sobre a nova Lei nº 13.467/17

Visando a ajudar os sindicatos filiados a enfrentar este novo momento, que promete ser turbulento para o sindicalismo, a FETHESP distribuiu cartilhas com dados estatísticos da última PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), realizada em 2015, e sugestões para auxiliar as entidades a melhorar a representatividade sindical dentro do grupo de Turismo e Hospitalidade no Estado de São Paulo, tendo em vista assegurar direitos aos trabalhadores representados e associados.

De acordo com o presidente da FETHESP, Rogério Gomes, a reforma trabalhista vai exigir do movimento sindical uma nova forma de atuação. “A renovação do sindicalismo deve passar prioritariamente pela realização de Acordos Coletivos de Trabalho que possam garantir que as mudanças instituídas pela reforma sindical não sejam somente a prejuízo da classe trabalhadora”, afirmou. “Mais do que nunca, a efetiva participação dos trabalhadores nas assembleias, nas discussões e na vida dos sindicatos é fundamental.”


Rogério Gomes: “Acordos Coletivos garantem direitos”

O vice-presidente do Sindeturh Presidente Prudente, Jean Carlos da Silva, compartilha da mesma opinião. “O sindicalismo antigo tem que ser reformulado. Vai ser necessária uma nova forma de sindicalismo e os dirigentes vão ter que abrir a mente e trabalhar de forma diferente, dando prioridade aos acordos e mais opções e atividades para os associados”, disse o dirigente, que parabeniza a FETHESP pela iniciativa. “A FETHESP sempre foi uma federação bem atuante, sempre apoiou os filiados e é uma grande força que os sindicatos do interior têm para recorrer. Hoje nós tiramos dúvidas sobre a reforma trabalhista e agora vamos passar essa experiência para os trabalhadores aqui da região e para os nossos associados.”

O presidente do Sindeturh, João Mendonça da Silva Filho, ressaltou que o sindicato irá reforçar seu trabalho de base para garantir representatividade sindical aos trabalhadores. “Nossos esforços em Presidente Prudente e região serão redobrados para evitar que as mudanças trazidas pela reforma retirem direitos dos trabalhadores”, afirmou. “Nossa atuação vai aumentar ainda no sentido de manter e ampliar as conquistas que tivemos ao longo de vários anos de luta”, complementou.


Jean: “Dirigentes sindicais vão ter que abrir a mente”

Rogério Gomes finalizou assegurando que a FETHESP continua à disposição dos sindicatos filiados para auxiliar na compreensão das mudanças implementadas pela reforma trabalhista, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em mais de 100 pontos e, portanto, demandará muito estudo.

Veja mais fotos da reunião

 

Leonardo Lelis (MTB 56291) 


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI