Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Turísmo 11/10/2017 15:59:47 » Por

Hotéis de Las Vegas aumentam medidas de segurança após massacre

Novas medidas incluem revisão de bagagens e o uso de detectores manuais de metal.



Mandalay Bay Resort e Casino em Las Vegas (Foto: Ethan Miller/Reuters/File Photo)

Mandalay Bay Resort e Casino em Las Vegas (Foto: Ethan Miller/Reuters/File Photo)

 

Diversos hotéis de Las Vegas aumentaram o nível de segurança no acesso a suas dependências após o massacre ocorrido na cidade no último domingo, no qual quase 58 pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas.

David Straw, vice-presidente de comunicações da empresa Boyd Gaming, que opera sete hotéis e cassinos em Las Vegas, disse nesta quarta-feira (4) à Agência Efe que, ainda que suas medidas de segurança já fossem "fortes" antes do massacre, ela estuda agora como melhorá-las.

"À luz dos recentes eventos, estamos revisando essas medidas de segurança e as estamos aumentando onde é necessário", explicou.

Os famosos hotéis Wynn e Encore, que ficam na principal avenida da cidade, a Strip, onde estão os principais cassinos, iniciaram novas medidas de segurança como a revisão de bagagens e o uso de detectores manuais de metal.

De acordo com as autoridades, o autor do massacre, Stephen Paddock, se hospedou no hotel Mandalay Bay com dez malas que tinham pelo menos 23 armas de fogo, entre elas rifles semiautomáticos e centenas de munições.

Parte da investigação tenta determinar como nem membros da segurança do hotel ou funcionários da limpeza desconfiaram de algo errado no quarto ocupado por Paddock e de onde ele atirou na direção de milhares de pessoas que assistiam a um festival de música country.

Da janela do quarto, no 32º andar, o aposentado, de 64 anos, abriu fogo durante um intervalo de 9 a 11 minutos com rifles semiautomáticos que tinha modificado para que atirassem mais rápido.

Paddock matou 58 pessoas e deixou mais de 500 feridas, antes de se suicidar, segundo a polícia.

Especialistas em hotelaria e turismo alegam que impor inspeções e pontos de segurança dentro dos hotéis pode prejudicar o negócio, pois, segundo dizem, o que os hóspedes buscam é um tempo de descanso.

Hotéis como Venetian e Palazzo, que são do mesmo grupo, reforçaram medidas com equipes de segurança posicionadas em torno de suas dependências e que monitoram a movimentação ao redor.

Por sua vez, a empresa MGM Resorts, proprietária do Mandalay Bay e de outros 12 hotéis na Strip de Las Vegas, disse que trabalha de "maneira consistente" com as forças de segurança local e nacional para garantir a proteção de clientes e funcionários, aspecto que classificou como uma das suas "principais prioridades".

No entanto, a companhia ainda não deu detalhes sobre possíveis novas medidas de segurança que podem ser adotadas após os trágicos acontecimentos do último domingo.

 


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI