Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Esporte 26/6/2018 8:58:27 » Por

Pedido de Renato no Grêmio, Marinho tem conta a pagar com técnico 10 anos depois

Em 2008, no Fluminense, meia-atacante recebeu primeiras chances como profissional do treinador



Por Eduardo Moura, Porto Alegre

26/06/2018 05h40  Atualizado há 3 horas

 

O momento é de mudança na vida de Marinho. Deixará a China para vestir a camisa do Grêmio após um ano e meio fora do Brasil. Mas ao chegar a Porto Alegre encontrará um rosto bem conhecido. E com atuação determinante para a transferência ocorrer. Responsável pelo seu lançamento no Fluminense, Renato Portaluppi pediu a contratação do meia-atacante 10 anos depois.

Marinho deixou a China na segunda-feira. Nesta terça, permanece em Dubai, de onde parte para o Brasil entre quarta e quinta. O novo jogador gremista assinará contrato por 3 anos e meio e interessa desde o fim de 2016, quando se destacou no Vitória, já com Renato no comando do Grêmio então campeão da Copa do Brasil. A proposta chinesa do Changchun Yatai foi mais vantajosa na época, mas a admiração se manteve.

 
Marinho deixou a China e deve chegar ao Brasil até quinta-feira (Foto: Divulgação / Changchun Yatai)

Marinho deixou a China e deve chegar ao Brasil até quinta-feira (Foto: Divulgação / Changchun Yatai)

Com a saída de Maicosuel e um possível assédio a Everton, o Grêmio cumpriu o desejo de Renato e buscou a contratação ao pagar cerca de R$ 9 milhões aos chineses. O treinador foi quem deu as primeiras chances a Marinho no Fluminense, em 2008, então com 18 anos. O meia-atacante atuou no Carioca, Brasileirão e inclusive foi opção na Libertadores - estava no banco na semifinal contra o Boca Juniors -, mas deixou o clube por conta de um desacerto na renovação. Acabou justamente no Inter.

Em entrevista para a ESPN Brasil, em 2016, Marinho citou gratidão ao seu futuro técnico pelas chances no início da carreira. Inclusive, chamou o maior ídolo da história do Grêmio de "figuraça" pela maneira como gere o vestiário.

Pouco utilizado no Colorado, o atleta de 28 anos foi constantemente emprestado até se firmar no Ceará, em 2014. Chamou atenção do Cruzeiro, embora não tenha se firmado em Minas Gerais. Atingiu seu auge em 2016, quando vestiu a camisa do Vitória.

 
 
Contra o Inter, Marinho marcou golaço por cobertura (Foto: GloboEsporte.com)

Contra o Inter, Marinho marcou golaço por cobertura (Foto: GloboEsporte.com)

Mas a história de Marinho ainda viria a cruzar com o Inter mais uma vez. Em 2016, o Vitória do meia-atacante brigava diretamente com os colorados contra o rebaixamento no Brasileirão. Nos duelos diretos, anotou o gol da vitória no Barradão (veja acima) e cobrou a falta para o gol de Kanu, no 1 a 0 no Beira-Rio. Além de ser o principal expoente rubro-negro naquela campanha na permanência na Série A.

Pelo Leão baiano, o jogador marcou 21 gols em 43 jogos – 12 deles pelo Brasileirão. Entre 2017 e 2018, a média despencou na China. Foram apenas três bolas na rede em 23 partidas. Agora, retorna ao Brasil para recuperar o alto nível de dois anos atrás. E nada melhor que estar ao lado de Renato, famoso pelo potencial para recuperar jogadores.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI