Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Esporte 13/8/2018 9:31:39 » Por

Contrato longo, projeto e paciência: como o Inter fechou a contratação de Guerrero

Colorado anunciou o peruano de 34 anos como reforço no domingo de Dia dos Pais



Por Eduardo Deconto, Porto Alegre

13/08/2018 05h33  Atualizado há 3 horas

 
Guerrero concede entrevista para a TV Inter

Guerrero concede entrevista para a TV Inter

 
 
 

48 horas de apreensão

Foram dois dias vividos com certa apreensão pelos colorados. Na mesma quarta-feira, a OTB Sports, empresa que gerencia a carreira do peruano, emitiu uma nota oficial em que negava quaisquer definições sobre o futuro do atleta. Ainda na sexta-feira, o estafe do jogador dava como incerto o rumo da carreira.

Do acerto ao anúncio, duas "ameaças" externas circundavam o acordo. Guerrero vivia os últimos instantes de contrato com o Flamengo já sem clima na Gávea, mas com uma boa relação com o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

O mandatário tinha em sua mesa a contraproposta do atacante para a renovação contratual, que esbarrou nos prazos – o atacante pedia mais dois anos e meio, ao passo que o clube carioca oferecia mais um ano e meio. O Rubro Negro se manteve nos "arredores" até o último instante.

 
Paolo Guerrero posa ao lado do vice de futebol Roberto Melo e do presidente Marcelo Medeiros (Foto: Divulgação/Inter)

Paolo Guerrero posa ao lado do vice de futebol Roberto Melo e do presidente Marcelo Medeiros (Foto: Divulgação/Inter)

Em paralelo, um clube do futebol árabe também surgiu no horizonte do atleta para tentar seduzi-lo a mudar de ares. O histórico de reviravoltas com alguns atletas da OTB também veio à tona, mas os dirigentes sempre mantiveram confiança nas palavras d Bruno Paiva, filho do ex-jogador Mário Sérgio, ídolo colorado e uma das vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense.

– Respeitamos o Flamengo e esperamos até o fim do contrato. Ontem (sábado), sentamos com ele e encaminhos todas as questões. Sempre tem concorrência, um jogador que a gente viu na Copa do Mundo. Não é fácil convencer a sair da cobertura de frente para o mar e ir lá para o Sul do país, para uma cidade menor. Mas a gente mostrou o clube e o quanto ele pode ser feliz na ciadde. Mostramos nossa história, os jogadores estrangeiros que tiveram sucesso por aqui, o grupo. Isso pesou – afirma o vice de futebol Roberto Melo.

Projeto seduz Guerrero

O Inter esperou o fim do contrato com o Flamengo, na última sexta-feira, e enfim selou sua contratação. Mas qual foi o diferencial para dissipar a concorência e despertar o desejo de Guerrero de defender suas cores? Tudo começa pelo projeto. O clube atendeu de imediato à exigência do peruano com um contrato longo, com duração de mais de três temporadas, até o fim de 2021, mesmo com sua idade já avançada, de 34 anos.

A partir daí, no "olho no olho", os dirigentes apresentaram as suas pretensões, planejamento e objetivos para o futuro, com um panorama detalhado do momento vivido pela equipe e o que o peruano encontraria em Porto Alegre. Além do Beira-Rio e da estrutura de treinamentos às margens do Guaíba, o engajamento, o carinho e a expectativa demonstrados pela torcida com sua contratação pesaram.

 
Guerrero fez a primeira manifestação à TV do clube (Foto: Reprodução/TV Inter)

Guerrero fez a primeira manifestação à TV do clube (Foto: Reprodução/TV Inter)

 

Assim como a história de um clube campeão do mundo recentemente com um peruano em seu elenco – o lateral-esquerdo Martín Hidalgo. O centroavante ainda conversou com o capitão colorado D'Alessandroantes de fechar o negócio, como um lembrete do sucesso recente e da idolatria de estrangeiros no Colorado.

 

 


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI