Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Turísmo 6/10/2020 21:11:13 » Por

Com Argentina perto de reabrir, Inprotur traça planos no Brasil

Diversidade natural e cultural do país serão reforçadas ao trade brasileiro, com aposta em novos mercados emissores




 

Por Rodrigo Vieira


O ministro dos Transportes da Argentina deu o primeiro sinal de que o país vizinho vai por fim em um período de mais de seis meses de hiato aéreo e abrir as fronteiras para visitantes internacionais em algo próximo a 12 de outubro. Por sua vez, as iniciativas privada e pública da Argentina já se movimentam para um começo de retomada e colocar em prática os protocolos que vêm sendo estudado há meses por companhias aéreas, hotéis, aeroportos, receptivos, restaurantes, centros de esqui e atrativos.


Principal entidade do Turismo da Argentina, o Inprotur, por meio de seu secretário executivo, Ricardo Sosa, garante que a casa está arrumada para receber os visitantes de um de seus maiores mercados emissores, o Brasil. E esta crise pode ter despertado no país uma oportunidade que antes passava como coadjuvante. Se é certo que a retomada do Turismo será conduzida por viagens curtas e rodoviárias, é nas médias e grandes cidades do Sul do Brasil onde está a novidade da estratégia argentina.


"É hora de estimular as províncias fronteiriças. Habitantes de cidades como Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Cascavel, Chapecó, Blumenau, Joinville, Gravataí e Santa Maria vão ser mais impactados por nosso marketing, e o trade destes locais será treinado sobre os destinos que os cercam. Também coordenamos com as companhias viárias que ligam a Argentina a essas cidades", explica Ricardo Sosa. Mais de 150 serviços são feitos mensalmente por 12 companhias viárias entre os países.


GRANDES CAPITAIS TAMBÉM CONTEMPLADAS


"Mas é claro que não nos esquecemos de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Brasília, Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre e vamos provar que os players de cada etapa da viagem aérea estão extremamente preparados em termos de biossegurança, em protocolos rígidos. Garanto que está tudo pronto, do transporte à hospedageM, do receptivo aos restaurantes, e contamos com a responsabilidade dos próprios turistas para que a pandemia não avance. Nossa parte está assegurada, mas não podemos relaxar até a chegada da vacina", alerta o secretário .


DIVERSIDADE ARGENTINA


São duas estratégias bem definidas que ainda carregam um desejo antigo do Inprotur: mostrar a diversidade do país para além de Buenos Aires e Bariloche. "Vínhamos conseguindo mostrar que além da capital e da Patagônia podemos oferecer mais. Nosso país é muito extenso, com muita riqueza natural e cultural. No âmbito nacional, as províncias já estão comunicando com o setor de transporte para demonstrar que estão prontas para abrir. Jujuy, Santiago del Estero, Catamarca e outras regiões estão entre elas, e têm o potencial de encantar os brasileiros com mais do que a vida noturna e o lado urbano de Buenos Aires", descreve Sosa.


PRODUTOS DE NEVE E ABAV NACIONAL


Ciente de que recuperar o índice de 1,4 milhão de visitantes brasileiros registrado no ano passado é tarefa árdua, o Turismo argentino pretende dar um passo de cada vez para atrair os vizinhos. O Inprotur, que já era afiliado Braztoa, assinou como o novo sócio-aliado da Abav Nacional. Para Sosa, esta é uma prova de compromisso com o agente de viagens brasileiro.


"Fizemos um trabalho na Abav Collab de pré-venda muito forte com foco nos produtos de neve para 2021, com o acompanhamento da Aerolíneas Argentinas. As condições são especiais e as vendas são para um período para o qual esperamos mais tranquilidade. O esqui tem muito apelo para com o brasileiro. É uma aposta certeira. O brasileiro pode se programar pois falta quase um ano para o próximo inverno. É possível planejar a viagem aos poucos", afirma. A Aerolíneas terá quatro voos semanais em São Paulo durante outubro, até que a fronteira se abra oficialmente.


ABERTURA OFICIAL


Ricardo Sosa acredita que falta pouco para que as fronteiras se abram para visitantes de lazer, corporativo e eventos. Depois da sinalização do ministro, o trade local ficou mais otimista com uma abertura cautelosa das fronteiras.


Fonte: Panrotas


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI

Fale Conosco