Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Brasil e Mundo 29/10/2020 23:5:52 » Por Atualizado em 30/10/2020 0:2h

Bolsonaro ainda quer privatizar o SUS

Presidente não descartou reeditar proposta de decreto que incluía Unidades Básicas de Saúde no programa de privatizações do governo




Sistema Único de Saúde, público e gratuito, é uma das maiores conquistas da Constituição de 1988


O momento é grave. Após realizar uma profunda reforma da Previdência, que retira direitos da classe trabalhadora e poupa militares, juízes e políticos, a dupla Bolsonaro e Guedes agora quer privatizar o Sistema Único de Saúde, que é público e uma das maiores conquistas da Constituição de 1988.


Por meio de decreto 10.530, publicado nesta terça-feira (27/10), o governo autorizou o Ministério da Economia a fazer “estudos” para incluir as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).


Embora Bolsonaro tenha revogado o decreto algumas horas depois, devido à enorme repercussão negativa, não há o que comemorar, pois ele e sua equipe econômica neoliberal ainda não desistiram do projeto. Tudo indica que a estratégia do governo será pautar o assunto novamente através de uma Proposta de Emenda Constitucional a ser encaminhada ao Congresso, e esperar o melhor momento para votá-la.


A desculpa para promover a privatização, como sempre, é que o Estado não tem dinheiro para administrar o sistema atual, o que não é verdade. Sabemos que, em um país afetado gravemente pela covid-19, o SUS nas mãos da iniciativa privada representa uma mina de ouro.


Para o empresariado, ter a Saúde em mãos em tempos de pandemia significa lucro, e a intenção destes grupos, que possuem enorme influência política no governo, é utilizar as UBSs como porta de entrada para, posteriormente, financeirizar todo o sistema de saúde.


É muito importante ressaltar que, se não fosse o Sistema Único de Saúde, gratuito e universal, mesmo com todos os seus problemas, o número de mortos pelo novo coronavírus poderia ter sido o dobro do atual.


É por isso que Bolsonaro quer se vingar do SUS. Ele despreza as milhares de vítimas da covid-19, como já deixou claro em muitas de suas declarações, e nutre ódio por todo serviço público, mesmo tendo vivido exclusivamente de cargos e dinheiro públicos durante toda sua vida.


O SUS precisa ser protegido, melhorado e ampliado, pois é uma ferramenta fundamental de bem-estar social e um patrimônio de todos os brasileiros, responsável por milhões de atendimentos. É um dever de todos defende-lo.


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI

Fale Conosco