Últimas notícias »

SINDICATO  DOS  EMPREGADOS
EM TURISMO E HOSPITALIDADE
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E REGIÃO

entre em contato conosco
17 3203.0077
Destaques de São José do Rio Preto e Região 31/10/2020 0:39:56 » Por

Rio Preto registra recuperação do emprego formal pelo terceiro mês consecutivo

No acumulado do início do ano até setembro, município ainda tem saldo negativo de 4.111 vagas




Desempenho da indústria impulsionou o índice de contratações. Foto: Divulgação - Freepik (Fanjianhua)

 

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, São José do Rio Preto teve geração de empregados formais pelo terceiro mês consecutivo. Foram, ao todo, 4.797 contratações e 4.113 demissões em setembro, resultando em um saldo positivo de 684 vagas.
 

A indústria foi responsável, mais uma vez, pelo melhor desempenho, contribuindo com a geração de 302 postos de trabalho. O comércio vem em segundo lugar, com 268 vagas. A construção civil teve saldo positivo de 106 vagas e a agropecuária com 22 vagas. O setor de serviços, em contrapartida, registrou a perda de 14 postos de trabalho, sendo o único com saldo negativo.


Em julho, mês do primeiro registro positivo após o início da pandemia, foram 778 vagas criadas. Já em agosto, foram 529 (4.476 contratações e 3.947 demissões), de acordo com o Caged.


Ainda de acordo com o levantamento, das 684 vagas criadas em setembro, 629 foram preenchidas por homens e 55 por mulheres. As estatísticas revelam que 400 desses trabalhadores possuem ensino médio completo, e 124 têm ensino superior. A maioria das pessoas está na faixa etária de 18 a 24 anos.


Resultado acumulado


Apesar do bom desempenho neste período, Rio Preto teve perda de 4.111 vagas formais desde o início do ano até setembro. Foram, ao todo, 37.405 contratações e 41.516 desligamentos na cidade. O total de empregos com carteira assinada no município é de 132.829.


Neste cenário, o setor de serviços foi o mais impactado, com a extinção de 2.513 vagas, do início do ano até setembro. O comércio registra perda de 1.732 postos de trabalho e a indústria, 286. Aparecem com saldo positivo a construção civil, com a criação de 400 empregos, e a agropecuária, com modestas 20 vagas.


Mercado brasileiro


Setembro também foi o terceiro mês consecutivo de recuperação no emprego formal, considerando todo o País. Foram 1.379.509 admissões contra 1.065.945 demissões no período, resultando em um saldo de 313.564 contratações.


O bom desempenho da indústria impulsionou este resultado, de modo que o setor liderou a criação de empregos com 110.868 vagas, mais de um terço do saldo positivo no mês. O setor de serviços recuperou 80.481 postos, enquanto o comércio teve saldo positivo de 69.239 contratações. Setembro também registrou a abertura líquida de 45.249 empregos com vínculo na construção civil, e de 7.751 na agropecuária.


No auge da pandemia do novo coronavírus (março a junho), foram registradas pelo Caged 1,595 milhão de demissões líquidas. Já entre julho a setembro, foram recuperados 697.296 postos de trabalho, o que representa um índice de recuperação de 43,73%.


O resultado acumulado do início do ano até setembro ficou negativo em 558.597 vagas, o pior desempenho desde 2016, quando foram fechados, no mesmo período daquele ano, 683.597 postos.




(Com informações do Diário da Região)


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Rua Conselheiro Saraiva, 317 | Vila Ercilia | São José do Rio Preto - SP | Fones: 0xx (17) 3203-0077 | Diretor Presidente - Sergio da Silva Paranhos

Sindicato SETH - Todos os direitos - Desenvolvido por MaquinaWeb Soluções em TI

Fale Conosco